Buscar
  • Equpe Quiro

Está com dor? Entenda o por quê os medicamentos não são a resposta para os problemas físicos



Nossa sociedade está vivendo um momento em que todos querem as coisas imediatamente, assim como a velocidade da internet. As pessoas querem uma solução rápida. Com o nosso corpo não é diferente, queremos uma recuperação rápida após uma gripe, e não é bem assim. Se você prestar atenção a qualquer anúncio na internet, televisão ou em qualquer outro lugar, parece haver uma solução rápida para tudo. Porém, há um tempo de resposta para tudo, incluindo uma medicação que você toma. É sobre essa questão que vamos abordar. É preciso entender a diferença entre se sentir melhor com remédios e corrigir o problema da raiz, como por exemplo, questões estruturais que fazem com que você se sinta mal ou tenha dor ao ponto de se medicar.

Uma estrutura sem manutenção afeta o funcionamento do seu corpo A saúde de qualquer estrutura influencia a capacidade de executar sua função da melhor forma. Pense em um carro. Esse carro não foi mantido corretamente, está desalinhado e nunca teve manutenção nas rodas. Em um passeio o carro acabou ficando pior após passar por um quebra-mola; não foi tão confortável para o passageiro. Após o passeio, esse carro foi levado para a manutenção, e precisou de pneus novos por causa do dano da questão do alinhamento. Podemos notar que embora os efeitos negativos possam não ser imediatos e visíveis, eles irão aparecer.

A coluna não é exceção a essa verdade. O comprometimento de uma estrutura vertebral afeta a função de toda a coluna. A coluna vertebral abriga e protege o sistema nervoso. Quando as articulações espinhais não estão se movendo com toda amplitude de movimento ou ficam presas (subluxação espinhal), a estrutura da coluna vertebral sofre. Isso ocorre muitas vezes sem dor. Depois de estar sem manutenção e hipomóvel por muito tempo , assim como o carro - nossa coluna começa a piorar o movimento articular. E então o ciclo inicia. Eventualmente haverá dor e sintomas. Essa falta de função, movimento e mudança vão afetar diretamente a função do sistema nervoso.

O químico não conserta estrutural Em uma sociedade construída em torno da correção rápida, há importantes distinções a serem feitas ao abordar questões com a coluna vertebral e sua saúde. Sim, mais rápido às vezes é certamente melhor. Mas nem sempre, e isso não significa que o problema está resolvido.

Em primeiro lugar, é importante destacar que 90% do sistema nervoso não transmite dor; pois 90% das fibras não tem essa função. Portanto, a falta de dor não é a mesma coisa estar 100% bem ou ter corrigido o problema. Em segundo lugar, se deve olhar para o que a intervenção corrige ou aborda. Intervenção química ou medicação aborda os sintomas: dor ou/e inflamação. Se você está tomando medicação por causa de problemas estruturais como subluxações articulares da coluna, os processos químicos podem reduzir a dor, mas não fazem nada para resolver o problema estrutural. O problema nunca fica resolvido, só o sintoma. Portanto, cuidar apenas dos sintomas com medicamentos pode levar a pessoa a acreditar que ela é saudável e tudo está bem - é a solução rápida que as pessoas estão procurando - mas representa um problema maior. Medicamentos não resolvem problemas estruturais.

Quiropraxia promove função A quiropraxia promove um melhor funcionamento estrutural da coluna vertebral, contribuindo, por sua vez, a saúde e a função do sistema nervoso. Além disso, os ajustes da quiropraxia melhoram as curvas naturais da coluna, o movimento articular e a saúde óssea. O ajuste é realizado com a intenção final de estimular um melhor funcionamento do sistema nervoso por meio do movimento articular. Com o tempo, a dor e outros sintomas muitas vezes diminuem e desaparecem. O principal ponto da quiropraxia é aumentar a qualidade de vida e a saúde em geral por meio de um bom funcionamento da coluna vertebral e sua estrutura. A intervenção medicamentosa não promove isso. Os quiropraxistas abordam a individualidade da estrutura física e como ela está se saindo. Um tratamento assim pode levar mais tempo do que gostaríamos que fosse. É importante você perceber que levou tempo para chegar ao seu ponto de dor atual, e leva tempo para reverter essas questões estruturais que são resultado de seu estilo de vida e saúde até hoje.

A quiropraxia não é uma solução rápida, embora o alívio da dor muitas vezes venha na hora. A correção dos problemas estruturais leva tempo. Nós quiropraxistas montamos um prognóstico com periodicidades dos ajustes, que aborda os elementos estruturais que causam os problemas. Sim, mais rápido às vezes é melhor, mas nem sempre é a resposta para o problema.


Escrito por Dra. Déborah Félix - Quiropraxista da Meu Quiro Fortaleza

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo