top of page
Buscar
  • Foto do escritorEqupe Quiro

Entenda o que são as articulações facetárias e como ela pode influenciar na saúde da sua coluna

Uma articulação é onde dois ou mais ossos se encontram e permitem o movimento. Existem 360 articulações no corpo humano adulto. Temos aquelas articulações que você logo pensa, como ombros, cotovelos, pulsos, quadris, joelhos e tornozelos. Também temos aquelas que você provavelmente não pensa, como entre cada osso do pulso ou cada osso dos dedos.


Outras articulações que também são esquecidas são as articulações entre as vértebras da coluna, que são chamadas de articulações facetárias. Todas as articulações podem passar por um processo de degeneração se forem estressadas de forma inadequada, usadas de maneiras que não deveriam ser usadas, sofrerem lesões ou traumas de algum tipo. O desgaste articular causa mais problemas e sintomas do que você imagina. Você pode ter degeneração articular facetária e nem estar ciente, isso afeta a saúde geral e a função de seu corpo e qualidade de vida.


Anatomia da Articulação Facetária


Os ossos da coluna são chamados de vértebras. Elas são móveis e se conectam a vértebra acima e abaixo. As articulações facetárias estão na parte de trás do osso e são o que os conectam acima e abaixo. Existem duas articulações facetárias em cada vértebra, à direita e à esquerda. Essas articulações contém cartilagem, líquido sinovial e uma cápsula articular. A cartilagem e o fluido auxiliam no movimento suave da articulação. As duas articulações facetárias, juntamente com o disco entre as duas vértebras, trabalham em um complexo tipo um tripé de três articulações para permitir flexão, extensão, rotação e flexão lateral da coluna.


Degeneração da Articulação Facetária


Todas as articulações dentro do corpo têm movimentos específicos que realizam - de frente para trás, de um lado para o outro, movimentos de rotação e assim por diante. Este movimento é baseado no tipo de articulação que é; cada articulação tem uma amplitude de movimento normal com base no tipo de movimento que realiza. Os principais movimentos das articulações facetárias são a flexão (para dentro) e a extensão (para fora). Um exemplo de flexão seria o movimento realizado no exercício da rosca direta do bíceps no cotovelo, enquanto o retorno do movimento do braço é um exemplo de extensão. As articulações facetárias permitem alguma rotação e movimento lateral, embora não seja com grandes amplitudes.


Qualquer articulação terá seu nível de funcionamento reduzido se não for movida em toda a sua amplitude de movimento, seja por estresse na articulação, movimentos inadequados e/ou trauma. À medida que os movimentos repetitivos ou forças exorbitantes pesam sobre a articulação por longos períodos de tempo, a disfunção aumenta e o estresse movimento pioram. E assim segue o ciclo.


Em um corpo saudável, o osso está constantemente sendo absorvido e novas células ósseas estão sendo estabelecidas. Este processo é chamado de remodelação óssea, é saudável e normal. Quando há disfunção no movimento, o padrão ósseo começa a ser estruturalmente modificado durante esse processo. A partir dessa disfunção, o corpo reconhece uma nova necessidade de estabilização, e por meio do mecanismo de autocura, começa a depositar novas células ósseas (osteófitos) em áreas que normalmente não faria. Isso resulta em esporões, bico de papagaio e protuberâncias ósseas. Outros profissionais chamam isso de artrite; quando a articulação facetária está envolvida, é chamada de artrite facetária.


A artrite facetária não é algo que surge do nada, é uma degeneração que vem como resultado de disfunção e falta de movimento. Para piorar a situação, se você tem uma dieta pobre que não atende às necessidades nutricionais completas do corpo, este processo de remodelação óssea (absorção, reabsorção e formação de novo osso) fica ainda mais comprometido.


Quiropraxia


Os ajustes de Quiropraxia abordam e corrigem diretamente o movimento da articulação facetária. Quando os quiropraxistas ajustam, eles estão induzindo o movimento de volta às articulações da coluna vertebral. Com o movimento restaurado, o cérebro pode se comunicar melhor com o corpo e o corpo com o cérebro. O processo de autocura ocorre de maneira ideal.


Você usa sua coluna a cada minuto de cada dia, por isso é aconselhável verificar e ajustar sua coluna regularmente para garantir que ela esteja se movendo da maneira pretendida. Além do ajuste poder restaurar o movimento das articulações, é importante se exercitar para melhorar sua postura e fortalecer os músculos fracos para melhor apoiar a coluna e seu movimento adequado.


Só porque você geralmente não pensa nas articulações da coluna, isso não significa que elas não sejam muito importantes para sua vida. A saúde ou o nível degenerativo dessas articulações têm um efeito direto em sua saúde geral e, se não forem tratados e restaurados, acabam causando grandes problemas em sua rotina por falta de movimento, dor e outros sintomas.


Você precisa cuidar das articulações da coluna para manter a vida mais saudável possível e com qualidade de vida!


Escrito por Dra. Deborah Felix, Quiropraxista


Agende seu atendimento em um dos nossos consultórios de quiropraxia em Fortaleza

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page